CrossFox x EcoSport 1.6 Flex (desempenho e mercado)

DESEMPENHO
Ambos são equipados com motor 1.6, de oito válvulas, que pode funcionar com álcool, gasolina, ou qualquer mistura dos dois combustíveis. No caso do Ford, o trabalho de engenharia foi um pouco mais elaborado, já que a maior octanagem do álcool foi aproveitada com o aumento significativo da taxa de compressão (de 9,5:1 para 12,3: 1), alem da inclusão de alguns componentes internos especiais, como da exclusiva válvula termostática eletrônica temperatura ideal de trabalho para cada combustível e bom rendimento mecânico com curva de torque a plena carga. Isso acaba contanto pontos para o EcoSport, cujo motor chega a render 111 cavalos com álcool puro, ante 103 do CrossFox.

Apesar disso, o modelo da Volkswagen manteve-se sempre junto do rival nos testes de desempenho, chegando a levar ligeira vantagem nas retomadas, mas perdendo por pouco nas acelerações. A briga foi bastante equilibrada na pista. Segundo o IMT, para ir de 0 a 100 km/h, o EcoSport abastecido com o combustível vegetal precisou de 11,6 segundos, ante 12,2 s do CrossFox. Uma as razoes desse empate técnico e a mesma relação peso/potência (10,8 kg/cv em ambos). Durante as trocas de marcha, mais um ponto em comum entre os dois, uma vez que os engates foram sempre fáceis e precisos nesses dois “aventureiros”.

Nas retomadas, o CrossFox ficou “um nariz” na frente do concorrente. Conforme as medições do IMT, para ir de 60 a 100 km/h, em quarta, considerando apenas o álcool como combustível, o Volkswagen cravou 11,1 segundos no cronometro, contra 11,9 s do Ford. Mas na arrancada no primeiro quilometro, partindo da imobilidade, praticamente essa mesma vantagem reverte para o EcoSport por causa da potência um pouco maior do motor (33,6 s e 144,8 km/h ante 34,1s e 148,2 km/h). Segundo a marca alemã, o CrossFox e capaz de atingir 187 km/h e o EcoSport, 167 km/h.

A diferença que e mais percebida entre os dois esta no menor espaço de frenagem do Volkswagen. Vindo a 80 km/h e pisando com força no freio, o carro se arrastou por 38,7 metros, ante 39,3 m do rival. Alem disso, o CrossFox e um pouco mais estável nas curvas (ajudado pelo pneu de perfil mais baixo), apesar da inclinação da carroceria e de ambos terem alto centro de gravidade, o que exige cautela para não correr o risco de capotar. Ainda de acordo com o IMT, o consumo dos dois também e parecido. O CrossFox faz 6,8 km/l na cidade e 10,8 km/l na estrada com álcool, ante 7,1 km/l e 9,8 km/l , respectivamente. Com gasolina esses números melhoram: 9,4 km/l e 13,8 km/l no Volkswagen e 9,4 e 13,3 km/l.

MERCADO
Quando o assunto e preço, o CrossFox fica mais interessante. Seu preço básico sugerido e de R$ 40.467, preço que inclui itens como banco do motorista com regulagem de altura, protetor do cárter, rodas de liga-leve, estepe na traseira, faróis auxiliares, preparação para som, quebra mato, direção hidráulica e pára-brisa degrade. Com ar-condicionado, o Volkswagen pode ser encontrado nas lojas em torno de R$ 45 mil.

O valor mínimo sugerido pela Ford para o EcoSport 1.6 Flex e de R$ 44.680, o que da direito apenas a itens como calotas integrais, vidros verdes, protetor do cárter, direção hidráulica, desembaçador traseiro, encostos dos bancos de trás bipartidos, entre outros. Com a inclusão do ar-condicionado, o carro passa a custar cerca de R$ 47 mil.

por:Karina

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: